Je Suis Libre – IGIT

Aprendendo francês com músicas – Quero Falar Francês

Você também gosta de música? Músicas nos divertem, nos relaxam, nos motivam, nos ensinam…

E é justamente essa é a ideia dos posts “Aprendendo francês com músicas”!

Para você que esta chegando aqui pela primeira vez, nessa seção de posts, a ideia é que você acompanhe a letra da música com a transcrição da letra em francês e com a tradução da letra em português. Ouvir e ler o francês é uma ferramenta de muita importância para o seu aprendizado e com a música você vai aprender naturalmente! Quem nunca ouviu uma música e logo em seguida a guardou na cabeça??? Por isso músicas são tão boas para nosso aprendizado com línguas. Nós nos divertimos e aprendemos facilmente!

Fazia tempinho que eu não trazia uma música, não é mesmo?
Pois bem, hoje trago uma música recheada de emoções! Você conhece o cantor IGIT? Vamos conhecer a música dele “Je Suis Libre”. Espero que você goste! Ela é bem tranquila de acompanhar, tenho certeza que você vai conseguir aprimorar seu francês.

PS: Se você quiser mais detalhes de como aprender francês com áudios, vídeos e músicas, baixe meu livro digital que está aqui do lado direito da página que eu lhe ensino o passo-a-passo de como fazer, ok?

Je Suis Libre – IGIT

Les ombres prénommées dans les yeux des pères
Et les fântomes de nos gosses dans les regards des marmots
Ça me fait chialer et ça me serre
Comme ta main absente pour serrer ces mots

Et tous ces cons qui pointent ton souvenir
On ne leur a pas appris que montrer du doigt c’est pas poli
Puis que ça fait mal, puis que ça fait peur
Ça brûle à l’intérieur
Puis que ça crie ton nom par delà les océans
Mais les larmes,  ça se met pas dans les lettres
Ça se garde près des peut-être
Et ça se ressort au coin d’une rue
Et ça se mord tellement les joues que la douleur n’est plus
Refrain 2 X
Mais je suis libre, ou du moins j’en ai l’air
Libre comme l’air ou presque un petit bout de toi
Me reste

Et moi j’aimerais cracher sur nos espoirs
Et les briser commes nos bagues
Regarde droit mais le regard vague
Je dors, deux bouts de nous
Et les mirages l’ignorance me rappellent à nos rires
J’ai joué au lâche
J’ai boudé les souvenirs
Mais les mirages, l’ignorance mes rappellent à nos dires
L’amour et le doute ne se parlent jamais
Alors je danse une valse à trois
Toi, moi et mes peurs
Et je danse sans toi
Et plus je danse et plus je pleure
Refrain 2x

À tue-tête naissent les plus beaux encore
Encore de tout, encore de toi
Encore un peu de ton corps, encore de nous
De nos mains
Demain c’est trop loin des yeux collés à l’âme
Je te veux dame
Mes joues sont mouillées par la pluie
Et je t’ai offert mon paralarme
Je t’ai donné mon insouciance et puis
Emporté par le vague à l’âme
Il ne m’a resté qu’une chance

On danse madame
On danse madame
On danse madame

Refrain

Eu Estou Livre – IGIT

As sombras que aparecem nos olhos dos pais
E os fantasmas de nossos garotos nos olhares das crianças
Isto me faz chorar e me aperta
Como tua mão ausente para abraçar estas palavras

E todos estes idiotas que apontam tua lembrança
Não lhes ensinaram que apontar não é educado
Além disso, isto machuca, isto dá medo
Isto queima por dentro
Além disso, grito teu nome além dos oceanos
Mas as lágrimas, elas não vão  junto com as cartas
Elas se guardam perto dos “talvez”
E aparecem numa esquina
E isto me faz morder  tanto as bochechas que não sinto mais dor
Refrão 2 X
Mas eu estou livre, ou ao menos pareço estar
Livre como o ar ou quase um pedacinho teu
Me resta

E eu, eu gostaria de cuspir sobre nossas esperanças
E esmagá-las (destruí-las) como nossas alianças
Olhe em frente mas o olhar perdido
Eu durmo,  dois pedaços de nós
E as miragens,  a ignorância me lembram nossas risadas
Eu fiz papel de covarde
Eu lamentei as lembranças
Mas as miragens, a ignorância me lembram nossas histórias
O amor e a dúvida não se comunicam nunca
Então eu danço uma valsa a 3
Você, eu e meus medos
E eu danço sem você
E mais eu danço, mais eu choro
Refrão 2X

Em voz alta, nascem os mais belos ainda
Mais de tudo, mais de você
Mais um pouco de teu corpo, mais de nós
De nossas mãos
Amanhã está muito longe dos olhos na alma
Eu te quero mulher
Minhas faces estão molhadas pela chuva
E eu te ofereci meu “paralarme” (*não encontrei tradução)
Eu te dei minha imprudência e depois
Levado pela onda da alma
Não me resta senão uma oportunidade

Dancemos senhora
Dancemos senhora
Dancemos senhora

Refrão

Categorias

Posts recentes